domingo, 2 de março de 2008





TEMPESTADE SALVOU MICK JAGGER DE SER ASSASSINADO


O líder dos Rolling Stones, Mick Jagger, teria sido alvo de uma suposta tentativa de assassinato, frustrada porque os agressores foram atingidos por uma tempestade, informou hoje o jornal britânico "The Sunday Telegraph".
Os detalhes do complô foram revelados por um ex-agente do FBI a uma rádio da cadeia britânica "BBC" que elaborou uma série de programas sobre a entidade policial americana.
Um ex-agente do FBI assegura que membros do grupo de motociclistas "Hell's Angels" queriam se vingar de Jagger após um trágico show dos Rolling Stones durante o festival de Woodstock, na Califórnia, em 1969, quando um jovem foi assassinado por um membro da gangue.
Os "Hell's Angels" supostamente faziam a segurança do evento e após o crime, Mick Jagger teria dito que não mais utilizaria os serviços do grupo.
O plano então seria matar o líder dos Stones em sua casa de veraneio, nos Estados Unidos. Decidiram chegar ao local pelo mar, mas o bote no qual viajavam os supostos agressores foi atingido por uma tempestade, embora todos tenham sobrevivido, segundo o ex-agente.
Acredita-se que Jagger nunca foi informado da suposta tentativa de assassinato.

Um comentário:

Prêmio Cerrado disse...

Aproveitando este segundo de deslumbramento pela descoberta do gurgel. Tentar passar o que vejo:

a metafisica da palavra. Uma simples palavra ganha significado maior e descobre o seu poder.

a diversidade de imagens e elementos desconexos conexos.

Os olhos que vibram

Meu caro poeta, tu é bom demais.

carlos jansson