sexta-feira, 24 de abril de 2009


HINO

o que
em mim
voa
não é a razão pela vida

mas
o precioso sentido
que os seus dias
me trazem

a cada minuto
pouso
entre raízes e sombras

com um canto
que dos meus pulmões ecoa.


Cgurgel

Um comentário: