quinta-feira, 14 de agosto de 2008




OS MANDAMENTOS


termos de labuta:
ossos, girândolas e devaneios
uma massa tão graxa compacta
anonimamente decrépita

termos de conduta:
pensamentos e vãos de véus
uma infinitude de chagas
entre o chão e o sinete

termos de escuta:
tudo do que o doente precisa:
dentrifícios, organismos e gás
e mais um acompanhante

termos de disputa:
oleaginoso céu
descartes, sombras e girais
tempo que sufoca o nexo

termos de estufa:
recolher todos os barbitúricos das janelas
arrastar para as alfândegas os despossuídos
e assistir o que do destino não muda.

Cgurgel

Um comentário:

Carlos Maia disse...

Lembrou-me Kafka...